MENU

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Assalto a dono de garimpo e sequestro do piloto Pena no garimpo Creporizinho


O caso continua sobre investigação. O proprietário da mineradora, Valdinei mauro de Souza, estaria oferecendo recompensa pela captura dos criminosos, pois acredita se tratar de acerto de contas. Informações relatadas por pessoas da missão de buscas é de que os procurados andaram em uma aldeia na área ade Jacareacanga e pediram alimentação, mas isso já faz alguns dias. O  que chamou a atenção de um delegado de Jacareacanga é que dois deles usavam botas e coletes, e chegou a conclusão que podem ser policiais. Se bem que botas se vende em qualquer site da internet e coletes são usados por empresas do ramo de segurança, e é muito difícil encontrar um policial que tenha colete.



15/09
Desde que abandonam o avião em Jacareacanga nenhuma novidade dos ladrões do garimpo Creporizinho. Por estarem encapuzados, dificultam a identificação da quadrilha por parte da polícia que segue esperando conseguir alguma pista dos criminosos.

12/09/13
Os assaltantes aterrissaram em Jacareacanga, onde abandonaram o avião e piloto, Cesar Pena, e adentraram ao mato, tomando rumo ignorado.
Que no momento do assalto, seguranças da empresa reagiram e os ladrões  só conseguiram levar pouco mais de 1 quilo de ouro. Que a intenção dos ladrões era pousar no KM 180, porém o piloto conseguiu leva a aeronave para Jacareacanga.

Por vota da 10h30 minutos no Distrito de Creporizinho aconteceu um roubo de ouro e sequestro do avião do Pena. No roubo levaram, segundo informações preliminares 40 quilos de ouro e o piloto pena como refém. No assalto duas pessoas foram feridas à bala, sendo o Sancler da Luz, com dois tiros, um no pescoço e ouro e região cervical e Claudio Rocha, que foi ferido na virilha, mas ambos estão fora risco de vida e foram encaminhados para melhores atendimentos fora do garimpo na cidade de Santrém. Os assaltantes estão fortemente armados com fuzis e espingardas calibre 12. Informações é de que efetuaram vários disparos no escritório da empresa do empresário Ney, que tinha ido buscar o ouro o apurado durante alguns dias.

≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

colabore: envie seu comentario para o blog