MENU

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Servidor se acorrenta a portão para fechar agência do DETRAN em Itaituba

                                Foto: (Divulgação/Sindetran)
     Agente Valdir Viana
Segundo estimativa dos próprios trabalhadores, 80% dos servidores do Detran em todo o Pará aderiram à greve da categoria, iniciada nesta quinta-feira (28). No município de Itaituba, um dos pontos mais críticos segundo os trabalhadores, um servidor chegou a se acorrentar ao portão do órgão para garantir que ele não funcionasse nesta sexta-feira (29).

“Itaituba tem uma situação de abandono crescente, em que os servidores estão tensionados, no completo abandono, em ambiente insalubre. Entendemos que todos esses fatores contribuíram para a ação extrema desse trabalhador”, afirmou Elison Oliveira, presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sindetran).

Segundo o sindicato, a gerência chegou a ameaçar chamar a polícia para prender o servidor, mas ele não chegou a ser detido.

“Nossos advogados estavam lá, dando apoio ao servidor. Não foi uma mobilização do sindicato, mas sim de um servidor, mas vamos dar o suporte no que ele precisar. Itaituba é uma das cidades mais violentas do Pará, em condições que não podem nem ser qualificadas de tão graves, que só quem vive pode conhecer”, continuou Elison.

PROBLEMAS NO INTERIOR

Ainda de acordo com o Sindetran, Itaituba e Abaetetuba estão com o atendimento completamente interrompido, e em outros municípios do Estado a situação também é crítica.

“O Detran arrecada R$ 400 milhões por ano, mas o governo alega que não tem fundos para investir no órgão. As Ciretrans estão abandonadas em todo o Pará, causando problemas graves aos trabalhadores”, contou o presidente.

Segundo ele, os problemas mais comuns são falta de estrutura e equipamentos de trabalho, ambientes insalubres e violência contra os funcionários dos órgão.

“Em Santarém, uma servidora foi internada com 90% do pulmão comprometido, devido ao ar condicionado imundo ao qual era exposta no trabalho”, continuou Elison. “Realmente não temos alternativa além de fazer a greve”.

Os servidores devem continuar realizando manifestação e mobilizações de greve na próxima semana.
(DOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

colabore: envie seu comentario para o blog