MENU

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Joaquim Barbosa diz que Temer não terá respeito e estima de brasileiros

Ex-ministro do STF disse que saída de Dilma é "impeachment tabajara"
Jornal do Brasil
O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa disparou críticas contra o presidente Michel Temer, que tomou posse do cargo nesta quarta-feira (31), e atacou a legitimidade do processo de impeachment contra a presidente destituída Dilma Rousseff.
Em sua conta no Twitter, Barbosa definiu, ainda, como "patética" a entrevista dada por Temer logo após a posse e disse que o novo presidente está enganado se pensa que terá o respeito e a estima da população brasileira.
"Eu não acompanhei nada desse patético espetáculo que foi o 'impeachment tabajara' de Dilma Rousseff. Não quis perder tempo. Mais patética ainda foi a primeira entrevista do novo presidente do Brasil, Michel Temer. Explico: O homem parece acreditar piamente que terá o respeito e a estima dos brasileiros pelo fato de agora ser presidente. Engana-se", escreveu Barbosa.
O ex-ministro afirmou, desta vez em inglês, que o Congresso Nacional é dominado por forças conservadoras que cercam o novo presidente da República, segundo ele comparável aos velhos "caudilhos" da América Latina. Para Barbosa, a resposta da nação é uma questão de tempo: "Eles não têm votos! Espere por dois anos", disse, em referência às eleições presidenciais de 2018.
Já em francês, o ex-presidente do Supremo afirmou que Temer pensa que um "golpe de varinha jurídica" é o suficiente para legitimá-lo no cargo. "Que pobreza!", registrou Barbosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

colabore: envie seu comentario para o blog