MENU

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Tribunal do Jurí de "Catarino do arroz" foi adiado e advogado punido com multa de 50 salários mínimos

O advogado Jorge Luiz  A. Tangerino foi punido com multa no valor de 50 (cinquenta) salários mínimos por abandonar a defesa do acusado de duplo homicídio ocorrido em Moraes de Almeida, Adevir Regelin (vulgo Catarino do Arroz), que ocorreria nos dias 26 e 27 de outubro. Por causa da recusa do advogado em exercer a defesa, o júri foi remarcado para os dias 10 e 11 de novembro e a doutora Tainá Monteiro da Costa, Juíza de Direito e Presidente do Tribunal do Júri, aplicou a penalidade prevista no art. 265 do CPP, podendo o advogado apesentar justificativa, que segundo a juíza, será levada em consideração em pleito de revogação, apesar de não ter sido apresentada em tempo hábil, causando prejuízo à celeridade e economia processual.

O crime



O duplo homicídio ocorreu por volta das 23h15min do dia 20/05/13, onde Adevir Regelin (vulgo Catarino do Arroz) vitimou sua esposa, Cinthya Maria Silva, 20 anos de idade, e sua sogra, Osmarina Alves Silva, de 43 anos de idade, com tiros de espigada calibre 12, fato  ocorrido no distrito de Moraes Almeida, no interior de sua residência.

≤≥ Blog RPI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

colabore: envie seu comentario para o blog