MENU




Você ainda está navegando na era da carroça?

segunda-feira, 20 de março de 2017

Decadência: Detran de Itaituba atende usuários em garagem

Vistorias são feitas irregularmente em uma pequena garagem
Do jornal O Impacto

A Equipe técnica tem cinco profissionais, mas somente dois estão na atividade de vistoriador.
Mary Braga é a única mulher na função e Amenson Bento, que como protesto pelo que considera “um caos no setor” não está fazendo vistorias de veículos de grande porte, mas somente de veículos menores.
O servidor público que tem mais de vinte anos na função denunciou à reportagem de O Impacto as condições desumanas em que trabalham numa garagem improvisada que faz a vez do Pátio de Vistoria que deveria existir, mas não existe no Detran de Itaituba.
Esse cenário de caos denota a situação de abandono, a decadência, o atraso a que Itaituba está submetida, pois sendo uma cidade estrategicamente importante no processo de desenvolvimento da região, ao longo dos anos num verdadeiro contraste, ao invés de se modernizar e crescer em planejamento, está sendo relegada politicamente a plano inferior sobre investimentos político-administrativos mesmo tendo ainda o pomposo título de Capital do Ouro, cidade  pepita.

A garagem além de ter área em declive se resume a um “cubículo” apertado que mal cabe um veículo. A situação também revolta os motoristas que reclamam da dificuldade de entrar de ré na garagem. O despachante Edilson Rodrigues, indignado, disse que isso é uma vergonha, um Detran do porte de Itaituba está praticamente abandonado pelo governo do Estado, embora seja um dos que mais arrecadam no Pará entendendo que a falta de um pátio de vistoria causa transtornos pra todo mundo.


Conversando com o Impacto sobre o problema, o diretor do órgão Zedequias Melo admite que de fato o Detran em Itaituba vem enfrentando muitas dificuldades por não ter seu pátio de vistoria e para ilustrar realmente o descaso lembrou que há cerca de 20 anos o Detran de Itaituba lidava com demanda entre 9 a 10 mil veículos rodando na cidade, e hoje a frota de veículos em Itaituba aumentou significativamente, contabilizando um total de 50 mil veículos entre carros, motos e veículos de grande porte.
“Mas o que mudou nesses vinte anos? Continuamos com a mesma estrutura e a mesma quantidade de servidores”, reitera Zedequias Melo.
Matéria completa em: http://oimpacto.com.br/2017/03/18/decadencia-detran-de-itaituba-atende-usuarios-em-garagem/
≤≥ Blog RPI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

colabore: envie seu comentario para o blog