MENU

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

PM prende em Rurópolis suspeito de assassinato da sub Silvia em Santarém

  Suspeito de morte de Sub Silvia está preso em Itaituba e irá para Belém  

 

Preso na tarde de ontem em Rurópolis e transferido para Itaituba para proteção  dele,  Sebastião de Sousa Barbosa Neto, permanece na delegacia de Itaituba e deverá ser transferido ainda hoje para Belém. No depoimento prestado à Polícia Civil ele mentiu e disse o que interessava a ele e só confessou o crime porque era evidente. Mas deu um nome falso e disse que teria fugido sozinho, fato diferente do levantado pela Polícia Militar, que descobriu que ele foi ajudado por um comparsa que o ajudou a passar pelas barreiras policias, sendo levado até o km 40, onde teria pego um ônibus.
A arma da sub tenente ainda não foi encontrada. Acredita-se ele que tenha negociado a arma pela droga que foi encontrada com ele. E até que tenha acertado antes do crime o negócio com traficantes.  A moto foi encontrada em Santarém próximo a casa em que ele estava com uma mulher.


A Polícia Militar em Santarém  viveu hoje, 12/12, um dos dias mais tristes e revoltantes de sua história. O assassinato da subtenente Silvia Margarida Lima de Sousa, 44 anos de idade, 24 anos como policial, chocou toda e tropa e a sociedade em geral pela forma covarde que o assassino praticou o homicídio. O crime ocorreu por volta das 08:30 próximo ao quartel, aproximadamente 100 metros.Durante todo o dia companheiros de farda fizeram buscas ao suspeito, porém não conseguiram prende-lo. Já no final da tarde foi confirmado que ele estaria preso em Rurópolis desde as 15:30. Ainda segundo informações extra oficiais, o acusado será encaminhado para Itaituba, apesar de uma equipe de policiais civis terem se deslocado para Rurópolis para traze-lo para o local do crime.
Há preocupação do Estado com a integridade física do suspeito de cometimento desse bárbaro crime. Infelizmente essa preocupação justificável das autoridades acabam incentivando que bandidos ataquem as forças do próprio Estado, que acabam fragilizadas.



Por volta das 15:30 foi preso em Rurópolis o elemento identificado como sendo Railson Bentes de Lira, 35 anos, morador de Itaituba. Railson foi preso com mais de um quilo de entorpecente. Porém se descobriu que ele deveria ser o suspeito do crime ocorrido em Santarém contra a sub Silvia. Segundo informações vindas de Rurópolis, ele teria assumido ser o autor do homicídio. Há gente que garante que o nome que ele deu seja falso e que o nome verdadeiro seja Sebastião de Sousa Barbosa Neto.


≤≥ Blog RPI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

colabore: envie seu comentario para o blog